24.3.10

COMES E BEBES

“Comes e Bebes” – Mais que muitos, para todos os gostos e feitios, mas geralmente em casas de dois pisos com “terraço panorâmico”, que na melhor das hipóteses dava para dentro da Feira, e na pior, para a escura e desolada Av 5 de Outubro.
Atracção principal, sempre foram os frangos e as sardinhas assadas, cujo cheiro chegou a ser sentido em Cacilhas, em raras noites de vento de norte. Mas havia manjares para todos os gostos, começando nas entradas, que podiam ser tremoços, caracóis, chouriços, moelas, pipis, couratos, pica-paus, etc, para acabar nos pesos pesados da culinária portuguesa: das tripas à moda do Porto ao ensopado de borrego, da alheira de Mirandela à caldeirada, passando pelas papas de serrabulho, e pelas mais expessas feijoadas. Para acompanhar? Vinhos brancos e tintos de todas as regiões demarcadas e não-demarcadas, abafados, traçados, jeropigas, moscatéis, licores, aguardentes, novas e velhas, e - pasme-se – água engarrafada, e da torneira!
Cenas de pancadaria quase diárias, geralmente motivadas por trocas de palavras e ciumeiras alcoólicas, eram grande atractivo, trazendo grandes grupos de estudantes a estes monumentos da comida e da bebida.

Publicado por Gimba
http://gimba.blogs.sapo.pt/7947.html

Sem comentários:

Publicar um comentário